Marcelo Sampaio comenta sobre algumas justificativas injustificáveis do Carnaval 2020

COLUNA MARCELO SAMPAIO

marcelosampaiocarnaval@yahoo.com.br

Algumas justificativas injustificáveis 

A LIESA acaba de disponibilizar as justificativas das notas dos julgadores dos desfiles deste ano das escolas de samba do Grupo Especial e como sempre acontece já estão gerando muita polêmica não só com dirigentes e integrantes delas, mas também com a imprensa e o público em geral. 

O julgador de Enredo Marcelo Antonio Masô se referiu a Mocidade Independente de Padre Miguel como uma agremiação do bairro de Bangu. Por mais que possa parecer um pequeno lapso demonstra uma falta de atenção imperdoável em quem tem a difícil tarefa de fazer julgamentos. 

Já a julgadora de Mestre-Sala e Porta-Bandeira Beatriz Badejo penalizou Selminha Sorriso, porta-bandeira da Beija-Flor de Nilópolis, com a perda de um décimo por tê-la achado tensa e trêmula. Considerando-se a distância da pista para a cabine de julgamento são observações no mínimo inconclusivas. 

E por fim a julgadora de Harmonia Mirian Orofino Gomes tirou um décimo da Mocidade Independente de Padre Miguel argumentando que o canto do puxador prejudicou bastante porque se apresentou desafinado em vários momentos. Esta avaliação chega a ser um acinte com Wander Pires, melhor puxador da atualidade e um dos melhores de todos os tempos! 

Confetes & Serpentinas 

@ O professor Deneval Siqueira Filho lançou em Campos seu 41º livro com um sofisticado coquetel no restaurante do Hotel Ramada. Trata-se de “Achados & perdidos” que tem prefácio do jornalista Roberto Barbosa e textos para lá de pertinentes sobre a relação entre realidade e ficção desde sempre no Brasil. 

@ A Mocidade Louca assim que terminou o seu desfile no ano passado divulgou que em 2020 teria como enredo Ana Maria Firmino. Esta decisão do presidente Jorginho de Ogum em homenagear ela que é uma figura emblemática do bloco de samba Os Psicodélicos e considerada a matriarca do Morrinho com certeza vai sacudir a avenida. 

@ Alex Ribeiro compôs em parceria com Luiz Fernando o samba “O jeito é recomeçar”, uma linda homenagem ao Império Serrano. Já tem até vídeo com ele cantando e participações especiais de Rildo Hora, Carlinhos Sete Cordas, Joe Luiz e Eraldo Leite que pode ser conferido em :




@ Sábado, dia 28 de março, o Arquivo Público Municipal Waldir Pinto de Carvalho vai realizar um bate papo com o historiador e escritor Eugênio Soares sobre os 185 anos da cidade de Campos. Para os interessados em saberem a respeito do que os campistas comemoram na referida data basta entrar no Facebook às 10 horas da manhã. 


Frase da Semana: “Ser louco é a única possibilidade de ser sadio nesse mundo doente”. (Leandro Karnal). 



A atriz Marieta Severo após assistir um espetáculo com o ator Alan Rocha, que também é cantor e vai estar em “Nos tempos do imperador” próxima novela da TV Globo.

Nenhum comentário

Quer fazer um comentário?

Tecnologia do Blogger.