Escola criativa estimula a educação formal através da cultura

foto: divulgação

Oficinas gratuitas são ofertadas para beneficiar 600 estudantes de escolas públicas municipais do Rio de Janeiro

A 2ª edição do projeto Escola Criativa teve início em agosto, no CIEP Patrice Lumumba situado na região de Del Castilho. A Iniciativa promove o ensino de oficinas de desenho e pintura, teatro, artesanato e brinquedo sustentável para estimular o interesse de alunos de escolas públicas municipais nas disciplinas formais do conteúdo escolar. Neste semestre, o projeto irá capacitar 600 crianças, além de Del Castilho, também serão beneficiados os pequenos do Cantagalo e Maré.

As oficinas de artesanato e brinquedo sustentável acontecem na Escola Municipal Professor Paulo Freire, na Maré, Zona Norte do Rio; no Ciep Patrice Lumumba, na comunidade Parque União de Del Castilho; e na Escola Municipal José Linhares, em Ipanema, que recebem as oficinas de teatro, desenho e pintura. A cada bimestre são beneficiadas 120 crianças, das escolas participantes, e ao ano 600 estudantes são beneficiados pela iniciativa.

Em 2018, o projeto beneficiou 600 participantes de 4 escolas distintas e a versão de 2019 traz a oficina de teatro como uma novidade e atividade complementar para beneficiar, também, os pré-adolescentes das escolas participantes.

As oficinas de brinquedo sustentável estimulam o consumo responsável e a educação ambiental entre as crianças de 6 anos. O teatro trabalha o interesse pela disciplina de história e incentiva a interação social, entre os alunos de 11 anos. A oficina de desenho e pintura, uma das atividades mais queridas pelas crianças, promove o resgate da cultura brasileira e da cultura local, disseminando atividades como releitura de grandes pintores e a leitura de mundo, através da arte, para os participantes com idade a partir de 8 anos. As oficinas de artesanato sustentável, realizada também com as crianças dessa faixa etária, ensinam os alunos a reaproveitarem materiais recicláveis para confeccionar artigos sustentáveis como estojo escolar feito com garrafa pet.

O Escola Criativa conta com o patrocínio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, da Secretaria Municipal de Cultura e da LAMSA, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura - Lei do ISS, e com o apoio do Instituto Invepar.

SOBRE O MUSIVA

Criado em 2004, como Movimento social, e constituído formalmente em 2010, como organização social, o Musiva nasceu dos sonhos do artista urbano Valmir Vale e da pedagoga Raquel Motta. Após 10 anos vivendo na Europa, Valmir retornou definitivamente ao Brasil, em 2007, para lutar pelos seus ideais de transformação social através da arte. Em 2010, o Musiva começou a desenvolver oficinas criativas para qualificar moradores de territórios populares e promover a economia criativa, a inclusão social e a geração de renda, através da cultura, arte e educação. A instituição tem como foco principal o desenvolvimento da arte, educação e cultura como possibilidade para o enfrentamento da exclusão social no país. Desde 2011, o Musiva estimula a formação de grupos produtivos, para que os mesmos se desenvolvam como redes de microempreendedores.

Para saber mais sobre o Projeto Escola Criativa, acesse: www.institutomusiva.org.br.

Nenhum comentário

Quer fazer um comentário?

Tecnologia do Blogger.