ONG Favela Mundo inicia aulas para 1.400 crianças e adultos em quatro escolas públicas

Projetos unem pais e filhos com atividades lúdicas e capacitação profissional

A volta às aulas será muito mais divertida em quatro escolas públicas do Rio de Janeiro. Hoje, dia 12 de agosto, será marcado como um pontapé inicial para 800 crianças e adolescentes da Cidade de Deus e Acari que participarão das oficinas artísticas de teatro, violão, hip-hop, jazz e danças brasileiras, que duram um ano. 

Já na Cidade de Deus e em Coelho Neto, 600 jovens e adultos serão capacitados em Maquiagem Social, Maquiagem Artística, Decoração de Unhas, Tranças e Turbantes, Artesanato e Fantasias e Adereços, de olho no carnaval de 2020.

A metodologia, criada pela ONG Favela Mundo e reconhecida pela ONU, incentiva o protagonismo pelas comunidades por onde passa há oito anos, promovendo empreendedorismo, capacitação profissional para jovens e adultos e mediação de conflitos, através de oficinas artísticas, para crianças e adolescentes.

“Acreditamos que aproximar os pais e a comunidade em geral do dia a dia da escola é fundamental para que todos valorizem ainda mais esse espaço e aumentem o interesse na vida escolar dos alunos. No ‘A Arte Gerando Renda’ muitas vezes temos pais e filhos na mesma turma, estimulando a ajuda mútua e mostrando que é possível aprender em qualquer idade”, afirma Marcello Andriotti, fundador da ONG Favela Mundo.

A ONG trabalha em duas vertentes: a primeira, com crianças e adolescentes, através do projeto ‘Favela Mundo’, que já beneficiou 5.387 crianças e adolescentes de 143 comunidades do Rio de Janeiro e da Baixada Fluminense. A segunda promove capacitação profissional e geração de trabalho e renda através do projeto ‘A Arte Gerando Renda’, que já capacitou 1.423 jovens e adultos da Rocinha, Maré, Piedade e Acari, desde 2014.

Os projetos ‘Favela Mundo’ e ‘A Arte Gerando Renda’ contam com patrocínio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura, LAMSA e MetrôRio, empresas do grupo Invepar, e Libra Terminais, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura - Lei do ISS.

REFERÊNCIA PARA A ONU

A ONG tem em seu currículo o reconhecimento “Modelo de Inclusão Social nas Grandes Cidades”, concedido pela ONU em 2014, no World Cities Day, em Nova York, além de representar o Brasil em outros eventos nos Estados Unidos, Canadá, México, Cuba e Marrocos. O mais recente foi em maio de 2019, em Cuba, onde Marcello representou o Brasil nas Romerías de Mayo, evento conhecido como o ‘Festival Mundial das Juventudes Artísticas’, que reúne promotores de arte e cultura de 30 países na "Cidade dos Parques", como é conhecida Holguín.

SERVIÇO

Projeto Favela Mundo- Acari e Cidade de Deus:

Cidade de Deus- Rua Moises, s/n – EDI Sra Perciliana de Alvarenga.
Acari- Av. Pref. Sá Lessa, 300 – Escola Municipal Jornalista e Escritor Daniel Piza.

Projeto A Arte Gerando Renda– Cidade de Deus e Coelho Neto:

Cidade de Deus- Praça da Bíblia, s/n - Escola Municipal Pedro Aleixo.
Coelho Neto - Av. Brasil 19.462, Coelho Neto - Escola Municipal General Osório.

Fotos: Cacau Fernandes





Nenhum comentário

Quer fazer um comentário?

Tecnologia do Blogger.