Vai acontecer ! Primeira edição da Fête de la Musique no Rio de Janeiro.

Marquinhos de Oswaldo Cruz
A ideia de fazer o evento no Rio de Janeiro é do sambista Marquinhos de Oswaldo Cruz que já se apresentou com o Trem do Samba em Paris.

Quando verso e prosa se juntam às linhas desenhadas pela natureza, o resultado é eternizado por músicas que jamais serão esquecidas.
Da mesma forma que do Rio de Janeiro nasceram as mais belas canções que desaguam pelo Brasil, a França é berço não somente de músicas, mas de artes em geral que encantam o mundo. Pensando em fazer algo diferente, O criador do “Trem do Samba”, o sambista Marquinhos de Oswaldo Cruz, junto ao Serviço Cultural do Instituto Francês do Brasil no Rio de Janeiro traz ao Rio de Janeiro, a versão do Fête de la Musique na Cidade Maravilhosa.

A Fête de la Musique foi criada em 1982 pelo então ministro da cultura francês Jack Lang. O evento marca também a chegada do verão no hemisfério norte europeu, pois sempre acontece no dia 21 de junho, dia do solstício de verão. Nessa data, músicos de estilos e vertentes se instalam em todos os cantos da França: ruas, praças, jardins, estações de trem, museus, monumentos. Em Paris as margens do Sena são tomadas por músicos e assim a festa começa na Cidade Luz.

Com realização do Instituto Francês Brasil, patrocínio da Prefeitura de Niterói, Secretaria de Cultura de Niterói, com o apoio da Aliança Francesa do Rio de Janeiro e da Aliança Francesa de Niterói e da Globo Rio , será realizada a primeira edição da Fête de la Musique no Rio de Janeiro. A versão brasileira acontece no mesmo dia da festa realizada na França, 21 de junho, a partir das 15h.

O evento:

A partir das 16h30, haverá uma concentração em frente ao prédio dos Correios de Niterói, um edifício em estilo eclético de gosto francês, localizado no Centro de Niterói, em frente à estação das barcas de Arariboia. De lá sairá um cortejo musical unindo a música francesa e brasileira num passeio pelas águas da Baía de Guanabara com o grupo Choro na Rua, Kiko Horta e Marquinhos de Oswaldo Cruz em direção à Praça XV, na Cidade do Rio de Janeiro.

Um palco será montado na Praça XV, próximo ao monumento em homenagem à primeira fotografia feita no continente Sul Americano, registrada pelo fotógrafo francês Louis Compte em 1840, e erguido através de uma parceria entre a Prefeitura de Paris e a Prefeitura do Rio de Janeiro.

A partir das 18hs, vários artistas, selecionados através de uma chamada nas páginas do evento se apresentarão no palco, com as participações do cantor francês Ricardo Villas e do cantor congolês Zola Star. O evento é de graça e para toda família.

VILLEGAGNON

Seguindo o desejo de celebrar o dia da música no Rio, sairemos com uma barca com músicos, tocando pela Baía de Guanabara, passando e admirando a Ilha Villegagnon .

Ilha de Villegagnon: no início da segunda metade do XVI, se dá́ a chegada de franceses ao território brasileiro. Nicolas Durand de Villegagnon, almirante francês, veio ao Brasil na tentativa da criação da França Antártica. Entrou na Baía de Guanabara e construiu um forte na ilha que leva hoje seu nome. Por isso, numa grande celebração, todos juntos na Praça XV comemoraremos o Dia da Música com o projeto:

FETÊ DE LA MUSIQUE NO RIO

Serviço :

Fête de la Musique no Rio 2019.
Data : 21 de junho de 2019.

Horário : A partir das 15h.

Local : Praça XV

Shows com Marquinhos de Oswaldo Cruz, Grupo Choro na Rua e Kiko Horta.

Apresentação dos artistas classificados na seletiva

Evento gratuito

Classificação: Livre

Mais informações : 21-97042-3110

Choro na Rua
Choro na Rua 

Kiko Horta
Kiko Horta

Zola Star
Zola Star

Nenhum comentário

Quer fazer um comentário?

Tecnologia do Blogger.