CIDADE: Caso Amarildo: PM tem pedido de reintegração à Corporação negado

foto: G1
Foi julgado improcedente o pedido de reintegração à Polícia Militar do Rio de Janeiro (PMERJ), feito por Wellington Tavares da Silva, um dos policiais acusados pelo desaparecimento do pedreiro Amarildo Dias de Souza, morador da Favela da Rocinha, em julho de 2013. 

A Procuradoria Geral do Estado (PGE-RJ) atuou contra o pedido feito pelo ex-servidor. O policial foi demitido por conta de um processo administrativo disciplinar. A sentença judicial confirmou que não havia irregularidade no referido processo, prestigiando a decisão relatada pelo comandante geral da PM, mantendo o agente fora da corporação.

Por: PGE/RJ




Nenhum comentário

Quer fazer um comentário?

Tecnologia do Blogger.