CARNAVAL: Entre processos e bancos de tribunais, advogados conduzem o Bloco Data Vênia Doutor e homenageiam Sobral Pinto em 2020


Por : Lia Amorelli
Quem pensa, que no Carnaval encontramos somente foliões descompromissados com a vida cotidiana das responsabilidades, está redondamente enganado.

Prova disso, são os inúmeros profissionais de várias áreas, encontrados em blocos, escolas de samba, bandas carnavalescas e das mais variadas formas, seja folião, ritmista, mestre-sala, porta-bandeira e tantas outras atividades da folia.

Não tão longe da capital carioca, encontramos no município de Niterói - estado do Rio, o Bloco Carnavalesco Data Vênia Doutor, composto por advogados e demais operadores de “Direito e Justiça”.

Fundado em 2016, em uma simples conversa entre dois dos atuais diretores, o Data Vênia segue atuante realizando eventos, e claro, com participação certa na época do pré-carnaval da cidade, nos momentos que antecedem os desfiles propriamente ditos.

Segundo seus diretores, a intenção é que o bloco permaneça como um movimento cultural, que expresse os interesses dos advogados e operadores do Direito, ao longo do ano.

Tal qual nas escolas de samba, o bloco se constitui de alguns segmentos tradicionais, como a ala das baianas, velha guarda, casal de mestre-sala e porta-bandeira, entre outros. Com apoio institucional da OAB do Rio e de Niterói, e da CAARJ , Caixa de Assistência dos Advogados do Rio de Janeiro, o bloco aproxima ainda mais a sociedade, dos profissionais dessa área, mostrando que o Carnaval é para todos e trazendo através de seus enredos, mais conhecimento e cultura sobre o Direito, de uma forma leve e descontraída.

Em seu quarto ano de existência, o Data Vênia se prepara, para em 2020, homenagear um dos maiores advogados do Brasil, Sobral Pinto, falecido em 1991. 


Conheça a sinopse do enredo 2020:




G.R.C.B.D.V.D - DATA VÊNIA DOUTOR

 "Da liberdade de Sobral ao “Império” judicial"


O advogado só é advogado quando tem coragem de se opor aos poderosos de todo gênero, que se dedicam à opressão pelo poder. É dever do advogado defender o oprimido. Se não o faz, está apenas se dedicando a uma profissão que lhe dá o sustento e à sua família. Não é advogado.

O mineiro Heráclito Fontoura Sobral Pinto, nascido em 05 de novembro de 1893, como jurista participou de praticamente todos os eventos marcantes de nosso país, ao longo do século XX. Embora tenha iniciado sua carreira como advogado na área de Direito Privado, acabou por se notabilizar como brilhante criminalista defensor de perseguidos políticos. Apesar de católico fervoroso (ia à missa todas as manhãs), aceitou defender Luís Carlos Prestes, que fora preso após o levante comunista de 1935.

Durante a ditadura militar, ainda sob a vigência do AI-5, Sobral Pinto foi homenageado na Câmara da cidade de São Paulo pelo Instituto dos Advogados de São Paulo em outubro de 1976. Em seu discurso de agradecimento, ele disse sobre o movimento de 64:
“Golpe militar. Não foi Revolução. Não havia naquele movimento nenhuma ideia superior; não havia naquele movimento nenhum propósito de realmente trabalhar para a cultura e o progresso do País.”

Conservador e anticomunista, o criminalista, é preso no dia seguinte à publicação do Ato Institucional n° 5 (AI-5). Notório defensor dos direitos humanos, o jurista de 75 anos preparava-se para ser o paraninfo de uma turma de formandos em Goiânia, quando recebeu ordem de prisão de quatro militares. Depois de dizer que não recebia ordens de general e que não os acompanharia, foi levado à força para uma delegacia em Brasília.

Já ao final da ditadura, em pleno processo de redemocratização, Sobral se dedicou a participar da campanha das Diretas Já. Aos 90 anos, o velho advogado causou sensação ao participar do histórico Comício da Cinelândia, em que citou o artigo da antiga Constituição Brasileira: “Todo o poder emana do povo, e em seu nome será exercido”.

Hoje considerado um dos maiores advogados do Brasil, Sobral Pinto empresta seu nome ao prédio da sede da Seccional da OAB do Rio de Janeiro.


Sinopse por: Renan Gomes (diretor)


Heráclito Fontoura Sobral Pinto 1893 - 1991



imagem: arquivos internet / divulgação

Nenhum comentário

Quer fazer um comentário?

Tecnologia do Blogger.