Sobrinha-Neta de Pixinguinha, Paula Esteves grava com Moacyr Luz e produção de Marcio Alexandre

Paula Esteves: O DNA do Som de Prata

Paula Esteves já nasceu abençoada pela música de qualidade. Sua avó paterna, dona Jandira Vianna Esteves, é irmã de - ninguém menos que - Pixinguinha. Está no sangue! E foi nesse ambiente de louvação à melhor poesia, especialmente sambas e choros, que a talentosa cantora fez escola.

Sempre dedicada, resolveu cursar o nível superior e se graduou como Engenheira Química. Porém, Paula nunca deixou a música se apagar e cumpria agenda cantando nas rodas da família, amigos, festas e onde mais tivesse oportunidades.

A partir de 2017 Paula Esteves resolveu seguir sua alma, ao se dedicar de verdade à carreira musical. Seu primeiro E.P. foi produzido pelo músico Márcio Alexandre, do grupo Fundo de Quintal. Dentre as faixas está 'Som de Prata', canção que Moacyr Luz e Paulo Pinheiro compuseram em homenagem à Pixinguinha, na qual Paula teve a honra de gravar com o Moacyr, registrando um lindo dueto.

As referências de Paula Esteves passam pelos grandes nomes da música popular brasileira, de Clara Nunes a Paulinho da Viola, de Elis Regina e Marisa Monte a João Nogueira, enquanto seu repertório passeia entre clássicos do samba de raiz, samba-rock e os pagodes dos inesquecíveis anos 90.
Caminhando pela estrada da música Rio de Janeiro afora, Paula já se apresentou no Clube Municipal, Samba do Trabalhador no Renascença Clube, Feijoada da escola de samba Vila Isabel, Roda de Samba do Cacique de Ramos, Bar Carioca da Gema, Beco do Rato, Baródromo, Rio Scenarium, Sarau da Lapa e na Forneria da Praça, onde teve como convidado o mestre Moacyr Luz, que abrilhantou sua primeira roda de samba.

Nenhum comentário

Quer fazer um comentário?

Tecnologia do Blogger.