segunda-feira, 30 de julho de 2018

Lia Amorelli, Ana Paula e Leandro Mesquita
No último fim de semana, aconteceu no Centro de Convenções Sul América, a 5a feira de Negócios do Carnaval - CARNAVÁLIA e o 5o Encontro Nacional do Samba - SAMBACON.

Entre vários nomes do mundo do samba e empreendedores do Carnaval, também estavam presentes empresários, investidores, instituições educativas, consultorias, fornecedores de matéria prima , de produtos e serviços, e também, as instituições que comandam essa grande festa.

Entre elas, a Liga Independente das Escolas de Samba de Itaboraí - RJ, que se fez representar através de seu presidente Leandro Mesquita, a coordenadora de projetos  - Ana Paula Araujo, diretora de comunicação Lia Amorelli e o diretor de carnaval Alexandre Maximus.

A fim de apresentar o trabalho que tem sido desenvolvido no processo de geração de renda, e também os projetos sociais que envolvem toda a cadeia produtiva do Carnaval daquele município, a Liga de Itaboraí tem participado de diversos eventos e debates sobre o assunto.

Recentemente esteve presente no XVI Seminário da ASSORDHESERJ (Associação Recreativa dos Diretores de Harmonia das Escolas de Samba do Estado do Rio de Janeiro), realizando uma breve explanação, porém bastante signifcativa sobre os projetos em andamento.


                                                                                              Ana Paula , Tadeu, Leandro Mesquita e Maximus
Durante a Carnavália, o presidente Leandro Mesquita, que participa inclusive da FENASAMBA e a gestora de projetos Ana Paula, fizeram parte da Assembleia que ocorreu durante o evento, causando uma grata surpresa a todos da mesa e ao público, pela competência e profissionalismo dedicados ao desenvolvimento sustentável, no processo de construção do Carnaval.

Em conversa com o presidente Leandro, ele esclarece que o Carnaval precisa de mais esforço conjunto em prol do objetivo maior da festa, que não só o lado comercial, mas sim  o crescimento desta forma sustentável, gerando renda, dando condições econômicas, culturais, educacionais e sociais para as comunidades que dele vivem.



                                                                                                   Projeto GERAR
"Hoje, o componente de uma escola desfila, veste uma fantasia, faz o Carnaval para o turista e na maioria das vezes não tem o que comer em casa, não tem o dinheiro da passagem, não tem como tocar a sua vida com dignidade. E o Carnaval, com essa grande estrutura que o envolve, tem como criar projetos espetaculares para a geração de renda dessas famílias. Muito se fala em "indústia criativa, economia criativa do Carnaval", mas isso precisa funcionar na prática e não só na teoria. E é o que nós da Liga de Itaboraí, juntamente com nossos projetos e apoiadores, o projeto GERAR inclusive, procuramos fazer. Dar condições de se viver com dignidade." Finaliza ele.




0 comentários:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.

Fale direto com a gente

Fale direto com a gente
Só clicar acima e você entrará direto no nosso whatsapp, seja bem-vindo.

EVENTOS E SHOWS

ARTE E CULTURA

MODA - BELEZA - ESTÉTICA

Parceria TV G RIO

Parceria TV G RIO
O Mundo Online te vê aqui

Veja mais sobre o CARNAVAL

Veja mais sobre o CARNAVAL
Clique e venha descobrir esse mundo de sonhos numa coleção pra lá de especial.

G+ tambem estamos lá !

Já curtiu ?

LIESI ITABORAÍ - PROJETO GERAR

LIESI ITABORAÍ - PROJETO GERAR
Liga Independente das Escolas de Samba do Estado do Rio de Janeiro - Espaço Cultural LIESI

Por onde começo?

Postagens Populares

Twitter