Artista Moema Branquinho participa da mostra do Festival de Esculturas Itinerantes


A artista visual carioca Moema Branquinho, umas das expositoras da mostra do Festival de Esculturas Itinerantes, que está em cartaz até dia 27 de agosto no Museu Nacional da República, em Brasília , participa em paralelo - junto com outras duas artistas cariocas - da 6° Bienal de Mosaico de Curitiba - Free Mosaic, de 3 de agosto a 3 de setembro, no Mezanino e no Salão Paranaguá do Memorial de Curitiba. 

A artista formada pela École Nationale Supérieure des Beaux Arts de Paris (1987-1993), especializada em Mosaico Artístico, irá expor a obra “Mergulho” composta por caco de vidro, refugo de Blindex, liso e fragmentado e pigmento fixados sobre madeira . 

“O elemento água sempre me inspirou para desenvolver os meus trabalhos. A obra em questão é uma assemblage do elemento água mostrando os ritmos da silhueta de uma nadadora; me foquei em sua transparência e o reflexo da luz produzida pelos raios do sol. A obra "Mergulho" composta por 10 placas recortados em quadrados e retângulos tem uma percepção diferente. Sendo esta exposta no chão, forçando o espectador de olhar de cima podendo assim ter uma visão geral desta peça que representa a forma sinuosa do corpo feminino”, explica Moema. 

Além de Moema participam da exposição as cariocas com a obra "Movimento" da artista Maria Artemis e Vania Carvalho com a obra “Cérebro”.

A exposição “Free Mosaic” abrigará 74 trabalhos, realizados por 88 artistas mosaicistas. As obras estão distribuídas entre esculturas, painéis e uma instalação. A diversidade de técnicas, materiais e estilos dentro do universo do Mosaico é a proposta desta edição, que pretende passar para o visitante a riqueza da liberdade que o mundo musivo permite nas expressões artísticas de trabalhos contemporâneos.

Nenhum comentário

Quer fazer um comentário?

Tecnologia do Blogger.