Renata Spallicci, a "Executiva Sarada", exalta sua mãe e avó: “Cresci com duas mulheres muito fortes ao meu lado”

Renata Spallicci, que sofria bullying na infância e hoje é chamada de "Executiva Sarada" por seu corpo impecável, afirma que sua mãe e avó materna são as responsáveis pelo seu sucesso.

“Mãe é a coisa mais importante do mundo, senão não estaríamos aqui. Tenho a sorte de ter uma mãe muito amiga, muito parceira e muito próxima. A gente sempre brincou que a nossa casa era a casa das três mulheres porque por parte de mãe sou filha única e minha mãe também é filha única por parte da minha vó. Meu avô faleceu um pouquinho antes de eu fazer três anos, então praticamente cresci com essas duas mulheres muito fortes ao meu Lado. As presenças femininas foram extremamente importantes e com certeza tenho essa personalidade. Faço o que faço hoje graças a elas. No meu livro fiz a dedicatória para a minha mãe dizendo que aquele livro só estava na mão dela por causa ela. Por tudo que ela me incentivou, pela mulher forte e guerreira que ela me fez. E a minha mãe sempre foi super mãe! Ela teve bastante dificuldade para engravidar e o sonho da vida dela era ter um filho. Ela ficou durante quatro anos fazendo tratamento e isto depois trouxe outras consequências para ela. O útero dela ficou grande demais, ela não pode ter outros filhos pois queria ter muitos outros filhos. Fui um bebê bastante esperado”, conta a morena de 35 anos que é atleta profissional WBFF, executiva, blogueira, escritora, empreendedora e coach. 



“Tive uma mãe que me deu muita força, que nunca me deixou falar palavras negativas. Sempre brigou muito comigo sobre o poder da atração, das palavras, e foi a pessoa que mais me incentivou na parte das artes. Ela é artista plástica, pintor, e sempre me incentivou no balé, ficava no backstage, maquiava todas as meninas da minha turma. Participava de tudo na montagem dos espetáculos, nas competições que íamos participar. Era uma mãe muito atuante! Sempre me incentivou muito no esporte e na arte, na dança, na música. Fiz balé, sapateado, dança espanhola, jazz... Minha avó materna é tecladista, tem muito talento musical. Tive esse berço muito forte e claro que isso me influencia muito até hoje. Na minha primeira competição fitness minha mãe estava lá comigo. Meu braço direito! Minha vó dias antes da competição estava fazendo os últimos ajustes do meu biquíni. Agora no lançamento do meu livro minha mãe está sempre comigo”, completa Renata Spallicci. 




-

Nenhum comentário

Quer fazer um comentário?

Tecnologia do Blogger.