sexta-feira, 7 de abril de 2017

Singapura, a potência mundial que chegou para ser enredo da vermelho e branca do Estácio.

Em noite especial no Clube Municipal, na Tijuca, o Gres Estácio de Sá apresentou seu enredo para 2018.

A festa restrita à convidados contou com a presença de algumas pessoas do mundo do samba, como: Mestre Chuvisco, ex mestre de bateria da Medalha de Ouro e recém contratado pela Unidos de Vila Isabel, e o cantor e compositor Xande de Pilares, do Salgueiro, além de representantes da embaixada de Singapura.

O país, localizado no sudeste da Ásia, será o enredo apresentado pela primeira escola de samba do Brasil, no Carnaval 2018.

Uma surpresa agradável, tendo em vista a linha seguida pela escola vermelho e branca nos últimos anos. Não que tenha sido ruim, pelo contrário, mas uma linha diferente da que vinha sendo realizada e que pode trazer bons resultados.

A explanação do tema foi apresentada pelo carnavalesco Chico Spinosa, que respondeu as perguntas da imprensa ao lado de Felícia Chua, responsável por assuntos políticos e relações internacionais de Singapura, e do presidente da agremiação, Leziário Nascimento.

Diferente do que se imagina no desenvolvimento de enredos sobre países, Chico quer ir mais longe do que apresentar a arquitetura, a gastronomia e as festas regionais.

Em um contexto cultural e social , Singapura por momentos se tornará a irmã do Brasil.

A relação diplomática dos dois países será estreitada buscando na cultura e na educação, no perfil sócio-cultural, passar uma mensagem ao mundo, que a seriedade, consciência, trabalho e respeito , são fatores primordiais para o desenvolvimento de qualquer nação.



Singapura tem uma história de crescimento fantástica! Depois de sua independência, tornou-se uma potência financeira, é o quarto centro financeiro e país mais rico do mundo onde estão os maiores milionários. Seu planejamento e desenvolvimento urbanos são exemplos a serem seguidos por qualquer país.

Os dois leões vão se encontrar. De um lado Merlion, símbolo de Singapura, do outro, o leão estaciano. A força e a garra se unem para mostrar a miscigenação, a herança e mistura de raças, comuns aos dois países. China, Índia e Malásia deixam seus traços nessa terra de grande diversidade, que com variadas crenças e raças ensinam o que é democracia.

Em uma festa tão brasileiríssima como o carnaval carioca, constantemente inundado de temas africanos, a ideologia do Feng Shui, muito usado nos países asiáticos, se fará presente.



Singapura, que tem no Feng Shui os ensinamentos do equilíbrio e da força interior, trará um pouco dessa terra próspera e sua sabedoria para perto de nós, transformando a teoria em prática, o sonho em realidade. Chico Spinosa e Tarcísio Zanon, juntos, com uma grande pequisa vão trazer um pouco da Ásia para o solo brasileiro e quem sabe, nos ensinar uma lição do que é trabalhar pelo progresso.

Será um carnaval diferente para a Estácio de Sá.

Questionado sobre a união do moderno ao tradicional, tendo em vista que Singapura é um país futurista, Chico Spinosa lembrou quando fez Pauliceia Desvairada, em 92, quando a Estácio de Sá conquistou o título de campeã. Foi justamente isso, o moderno sendo aplicado ao conservador, ao tradicional e deu muito certo. Portanto, isso não será problema para a escola.


Felícia Chua, representante de Singapura, em breve comentário relatou a importância dessa aproximação dos dois países. Relevante para ambos, pois além das relações diplomáticas, as relações de negócios e investimentos são fortes. Existem empresas asiáticas em solo brasileiro e vice-versa. Com o porto de Singapura sendo um dos maiores e mais movimentados do mundo, a aproximação cada vez maior entre os dois países, permite o desenvolvimento de uma base de exportações e investimentos para pequenas e médias empresas brasileiras no mercado asiático, bastante significativa.

A participação de Singapura no carnaval carioca, não é uma mera figuração ou personagem de enredo, o olhar de um dos "Tigres Asiáticos" vai mais além. A Estácio de Sá, se apresentou, mostrou sua cara, agora é fazer a lição certinha, saber aproveitar a oportunidade, ter o mesmo foco no olhar, podendo em tempos de crise, fazer um dos melhores carnavais de sua história.


Fotos: Rodrigo Borges 












0 comentários:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.

Fale direto com a gente

Fale direto com a gente
Só clicar acima e você entrará direto no nosso whatsapp, seja bem-vindo.

Parceria TV G RIO

Parceria TV G RIO
O Mundo Online te vê aqui

Veja mais sobre o CARNAVAL

Veja mais sobre o CARNAVAL
Clique e venha descobrir esse mundo de sonhos numa coleção pra lá de especial.

G+ tambem estamos lá !

Já curtiu ?

Paraíso do Tuiuti - Passistas

Postagens Populares

Twitter