segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Lavagem da Sapucaí encantou e emocionou o público presente.


Marquês de Sapucaí. Palco maior do Carnaval carioca, que se transformou neste domingo (19), em um grande templo de espiritualidade, energia e vibrações positivas.
O tradicional evento de lavagem da avenida, realizado por baianas vindas de várias escolas de samba e também terreiros de umbanda e candomblé, transbordou num banho de cheiro, arruda, ervas e incenso. 


O público extasiado, principalmente os turistas, não tiravam os olhos de cada detalhe, cada momento. Em meio ao ressoar dos atabaques, câmeras e muitos flashes iam registrando os preparativos para o início da procissão em frente ao setor 1 das arquibancadas. 


Capitaneados por Milton Cunha e Nilce Fran e, posicionados em frente a imagem de São Sebastião, padroeiro da cidade do Rio de Janeiro, iam os componentes esboçando um pequeno ritual, juntando a dança, a música e as bençãos, o que atraiu dezenas de curiosos, espectadores e até mesmo turistas africanos que acabaram se juntando ao grupo.

No "primeiro recuo", a bateria da Unidos da Tijuca aguardava o início da procissão, que teve palavras das autoridades presentes, antes da largada.
O que se viu na Marquês de Sapucaí pode ser descrito como um desfile apoteótico do povo, onde se juntou, crença, religião, beleza, arte e muita energia. Foi uma das melhores "lavagens" da Sapucaí ocorrida nos últimos anos. A alegria era contagiante, a emoção visível. Não tinha quem não cantasse e não se emocionasse. Sambas antológicos foram lembrados e cantados a plenos pulmões pelo povo que acompanhava tudo, sempre atento e aplaudindo muito.
A avenida ficou banhada de água de cheiro, muita arruda e muito axé ! 



O desfile não se resumiu nas maravilhosas baianas das agremiações. Blocos tradicionais como o Cacique de Ramos, projetos como o "Minueto do Samba", a "Escola de Mestre-Sala e Porta-Bandeira Manoel Dionísio" e a "Associação Cultural Madureira Canta e Dança" também participaram do evento.

Logo atrás, vários casais oficiais das escolas de samba empunhavam o pavilhão de suas respectivas agremiações.
Um dos grandes momentos e, que sem dúvida, foi de grande emoção, foi a passagem da ala da Associação de Velha Guarda, com a representação das galerias de velha guarda das escolas de samba, empunhando seus pavilhões, cantando muito. Eles que são os guardiões da história de nosso Carnaval. Emocionante ! 



A Marquês está abençoada. Agora, aguarda o maior de todos os espetáculos. Que venha o Carnaval e que as escolas de samba brilhem e desfilem no asfalto, a alegria, a irreverência e o calor humano do povo carioca. 


Texto e fotos: Lia Amorelli 















0 comentários:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.

Lançamento

Parceria TV G RIO

Parceria TV G RIO
O Mundo Online te vê aqui

Revista MIXTURA TOTAL

Revista MIXTURA TOTAL
Edição 001 da revista eletrônica

Veja mais sobre o CARNAVAL

Veja mais sobre o CARNAVAL
Clique e venha descobrir esse mundo de sonhos numa coleção pra lá de especial.

Samba na Intendente

Samba na Intendente
Parceiro do RITMO CARIOCA

Renascer de Jacarepaguá 2018



Samba Oficial Carnaval 2018

Sambas concorrentes Estácio de Sá 2018

RÁDIO MIXTURA TOTAL

RÁDIO MIXTURA TOTAL
A RÁDIO QUE BOMBA GERAL !

GALERIA DE FOTOS

GALERIA DE FOTOS
Veja aqui tudo que acontece no mundo do Carnaval, coberturas nas quadras, eventos, ensaios técnicos e desfiles. Clique na foto para acessar.

TV G RIO - O Mundo Online te vê aqui

TV G RIO - O Mundo Online te vê aqui
É SÓ CLICAR E ASSISTIR ! UMA PARCERIA DE SUCESSO !

BOLETIM DO CARNAVAL DE RUA 05/03/17

Foto: Fernando Maia / RIOTUR O “Carnaval de Rua” está chegando ao fim e os foliões mostraram muita disposição e alegria nos cortejos dos...

Postagens Populares

G+ tambem estamos lá !

RITMO CARIOCA NO FACEBOOK

RITMO CARIOCA  NO FACEBOOK
Acesse nossa página oficial no facebook e faça parte dessa família!

Twitter