quinta-feira, 19 de maio de 2016

A beldade que todos conhecem muito da quadra do Acadêmicos do Salgueiro e, que já foi Rainha do Carnaval, vai colocar seu talento e sua experiência à disposição de outra escola vermelho e branco. Após ter ficado como rainha de bateria do Acadêmicos do Cubango, Cris Alves assumiu a diretoria da ala de passistas da Unidos do Porto da Pedra.

Será muito bom para a escola de São Gonçalo ter uma pessoa bastante experiente neste segmento. Chamamos inclusive atenção, para o detalhe de que em 2017, na Série A teremos 4 escolas, juntando Niterói e São Gonçalo, que atravessam a Ponte Rio-Niterói para desfilar na Marquês de Sapucaí.

Para 2017, Cris nos explicou que pretende fazer um trabalho bastante específico, um pouco diferente do que fazia na Cubango, já que lá ela dividia a função de rainha e também diretora da ala.

"- Posso dizer a vocês, que a Porto da Pedra pode esperar o melhor de Cris Alves. Eu vou ser vista como o mundo do Carnaval nunca me viu. Vou ser a Cris Alves diretora de ala de passista, podendo mostrar meu trabalho, minha competência, meu talento, com limpeza e clareza, aqui vou conseguir desenvolver sem ter que misturar as funções. 
Na outra agremiação eu tinha assistente, o trabalho era maravilhoso, mas na avenida acabava indo outras pessoas e aqui eu vou poder estar muito mais atenta. Aqui eu tenho que me preocupar é com os passistas. 
E é esse trabalho que a Porto da Pedra vai ver com clareza, respeito e muito carinho. Meus passistas vieram comigo; vou estar com meus assistentes também. São meus filhos de samba. Quiseram vir comigo então tudo bem, a porta está aberta para todos. Não vou cortar ninguém, só quero somar. E é esse trabalho que eu vou trazer para a Porto da Pedra e fazer a comunidade feliz. Nós passistas somos a alegria do povo. Nós no futuro seremos baianas, velha guarda e por aí vai. Espero que a Porto da Pedra entenda minha forma de trabalhar." Comenta.

Como tantas outras histórias do Carnaval, a de Cris não poderia ser diferente. Filha de sambista. Antiga passista da Viradouro, da Portela e de outras, a mãe de Cris é sua inspiração. Cris nasceu dentro do Carnaval, respira samba e também é cria da região de Niterói . Ao vê-la falar notamos sua determinação, sua força e garra para conduzir o trabalho que tem pela frente. Com o exemplo na família e a sua vasta experiência dentro do Carnaval, acreditamos que a Porto da Pedra deu um passo importante para o segmento.

"-Eu fiz do samba a minha profissão, eu sonhava com isso. Hoje eu não sei fazer outra coisa. Participei de concursos, trouxe muitos títulos para Niterói. Mas o principal é ter pé no chão e muita humildade.Nada do que eu tenho é meu, é do povo. Cada ano é uma história, cada ano é um recomeço." Finaliza. 


Reportagem: Jorge Santana
Redação: Lia Amorelli
Fotografia Jaylton Pimentel
Ritmo Carioca Jornal 







 





0 comentários:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.

Fale direto com a gente

Fale direto com a gente
Só clicar acima e você entrará direto no nosso whatsapp, seja bem-vindo.

Parceria TV G RIO

Parceria TV G RIO
O Mundo Online te vê aqui

Veja mais sobre o CARNAVAL

Veja mais sobre o CARNAVAL
Clique e venha descobrir esse mundo de sonhos numa coleção pra lá de especial.

G+ tambem estamos lá !

Já curtiu ?

Paraíso do Tuiuti - Passistas

Postagens Populares

Twitter