quinta-feira, 21 de maio de 2015

Mestre Bolinha e Mestre Dó
Este ano eles conquistaram a vitória na disputa pelo campeonato no grupo C do carnaval da Intendente Magalhães e não medirão esforços para conquistá-la novamente em 2016, pelo grupo B e, assim, voltar a colocar os pés na Sapucaí. Os dirigentes da Leão de Nova Iguaçu já começaram a arquitetar um desfile glorioso e, para isso, começam a pensar em nomes de peso para compor a escola. Pelo que parece, a agremiação promete estremecer a disputa não só por estar disposta a trazer figuras experientes para desenvolver o carnaval da Leão, mais também pelo grande entendimento que o Bira, atual presidente, possui em relação as necessidades da agremiação.

“Nós, dirigentes atuais, temos uma ligação muito forte com a escola que vem desde quando éramos da ala das crianças. Logo, a visão que tenho hoje é muito ampla, no sentido de  conhecer os caminhos que nos levarão de volta para a Sapucaí, lugar que a Leão merece estar,” diz o presidente que lamenta a falta de credibilidade com que o público, de maneira geral, enxerga o carnaval da Intendente Magalhães. “Apenas acho lamentável a forma como é visto. Um carnaval pé no chão, de verdade. Faço um apelo: Acreditem mais na Intendente,” destaca.

Para falar sobre a nova fase da Leão, no último domingo, dia 17, a escola abriu as portas de seu pavilhão e convidou a todos para uma feijoada dos deuses acompanhanda de um clima de suspense quanto as novas contratações. Entretanto, foi realizado um anuncio oficial de uma nova era da bateria Rugido Leão. Em 2016, ela será dirigida por dois mestres altamente comprometidos pela busca da nota máxima. São eles: O grandes Odair Tobias e Wanderson Eduardo, mais conhecidos como mestres Bolinha e Dó, respectivamente.


Mestre DÒ à esquerda

O Bolinha esteve a frente da bateria em 2015 e realizou um trabalhando incrível.“Nesse ano de 2015, comecei os trabalhos na bateria no finalzinho do segundo tempo, bem próximo ao dia do desfile, 15 antes do carnaval,” afirma o mestre. Porém, essa correria possibilitou a vinda do segundo mestre, o Dó que este ano ajudou o Bolinha a fazer um trabalho digno de encarar a avenida.

“A convite do nosso presidente Bira vamos fazer o que a gente sabe fazer de melhor né, disponibilizar todo o nosso empenho para conquistar a nota máxima,” pontua Mestre Dó, que conta com uma belíssima trajetória, de aproximadamente três anos, à frente da bateria da Unidos de Vila Santa Teresa. Se com a bateria o suspense foi desfeito,cargos como o de carnavalesco deixam uma interrogação no ar. Agora é esperar os próximos capítulos.

Reportagem Yngrid Lopes

0 comentários:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.

Fale direto com a gente

Fale direto com a gente
Só clicar acima e você entrará direto no nosso whatsapp, seja bem-vindo.

Parceria TV G RIO

Parceria TV G RIO
O Mundo Online te vê aqui

Veja mais sobre o CARNAVAL

Veja mais sobre o CARNAVAL
Clique e venha descobrir esse mundo de sonhos numa coleção pra lá de especial.

G+ tambem estamos lá !

Já curtiu ?

Paraíso do Tuiuti - Passistas

Postagens Populares

Twitter