quarta-feira, 22 de abril de 2015

foto: arquivo pessoal **  
A G.R.C.E Mocidade Alegre se consolidou no carnaval paulistano como a escola que defende seu pavilhão oficial com muita graça, elegância, dança e desenvoltura. Em sua formação, conta com um time de grandes porta-bandeiras, bailarinas de gabarito que sempre contaram com a cumplicidade de excelentes guardiões do manto da escola, como Jocimar Ferreira, 3 º mestre sala da Morada do Samba, assim conhecida pelo seu ambiente familiar e acolhedor, a casa de qualquer sambista, seja ele do Rio, de São Paulo ou de qualquer outra cidade.

A vermelha e branca é formada por componentes que como Ferreira acumulam experiências enriquecedoras no mundo do samba. O mestre sala começou a dar seus primeiros passos em 1985, quando frenquentava a famosa Rua do Samba. Nesse momento, passou a a ter contato com grandes sambistas como Manezinho da escola de samba Camisa Verde e Branco, que disse ao jovem Jocimar que ele levava jeito para ser mestre sala.

“Incentivado por Manézinho, participei de um concurso de mestre sala na Camisa Verde e Branco e saí vencedor. Ensaiei para o grande dia e, na véspera do desfile, contraí uma caxumba. Foi uma frustração total, não tive condições de desfilar e pensei até em desistir de continuar na escola”, explica Ferreira. Depois de superar o sentimento de frustração o mestre sala encarou o carnaval com firmeza e, hoje, com 39 anos, conta com passagens em agremiações como a Unidos do Peruche, Camisa Verde Branco e Imperador do Ipiranga.

O sucesso de Jocimar não é garantido só pelo talento e a desenvoltura traços característicos de um bom mestre sala. Para ele, a profissionalização dessa gloriosa função também é importante. “Me aperfeiçoei na Associação de Mestres-Sala, Porta-Bandeiras e Estandartes do Estado de São Paulo ( AMESPBEESP). Lá tive a honra de ter aula com mestre delegado dentro da quadra da Mangueira além de outros grandiosos mestres-sala como Manezinho, Carlinos e Ronaldinho, entre outros”, explica. E não foi só o mestre sala que teve a honra e a alegria de contar com o apoio de sambistas cariocas. A Mocidade Alegre é uma grande fomentadora do intercâmbio entre Rio e São Paulo, tanto é que Candeia já presidiu a ala de compositores da escola.


Reportagem: Tadeu Paulista
Texto Yngrid Lopes
RITMO CARIOCA

0 comentários:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.

Fale direto com a gente

Fale direto com a gente
Só clicar acima e você entrará direto no nosso whatsapp, seja bem-vindo.

Parceria TV G RIO

Parceria TV G RIO
O Mundo Online te vê aqui

Veja mais sobre o CARNAVAL

Veja mais sobre o CARNAVAL
Clique e venha descobrir esse mundo de sonhos numa coleção pra lá de especial.

G+ tambem estamos lá !

Já curtiu ?

Paraíso do Tuiuti - Passistas

Postagens Populares

Twitter