terça-feira, 24 de março de 2015

Por Alexandre Henrique Alves -

Com a proibição do tripé nos grupos, a LIERJ acertou de mão cheia, pois com essa decisão, obrigou os coreógrafos de comissões de frente a usarem sua imaginação, sua criatividade na dança e na teatralização, além de deixar a frente de suas agremiações mais limpas, com uma visão fabulosa, sem os monstruosos tripés.

Com essa determinação, cada ano que se passa, maravilhosos trabalhos têm se destacado na avenida. Essa atitude poderia ser aplicada também no grupo especial.

Temos exemplos de muitos trabalhos dos grandes coreógrafos Fábio de Mello pelo GRES Imperatriz Leopoldinense e do Gabriel Cortez pelo GRES São Clemente, resultando em grandes trabalhos que resultaram em prêmios, sem serem sufocados pelos grandes tripés.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.

Fale direto com a gente

Fale direto com a gente
Só clicar acima e você entrará direto no nosso whatsapp, seja bem-vindo.

Parceria TV G RIO

Parceria TV G RIO
O Mundo Online te vê aqui

Veja mais sobre o CARNAVAL

Veja mais sobre o CARNAVAL
Clique e venha descobrir esse mundo de sonhos numa coleção pra lá de especial.

G+ tambem estamos lá !

Já curtiu ?

Paraíso do Tuiuti - Passistas

Postagens Populares

Twitter