terça-feira, 20 de novembro de 2012

No dia 1º de dezembro, 36 vagões saem da Central do Brasil com destino a Oswaldo Cruz, reunindo uma extensa programação de shows dedicados ao samba. Festejos começam no dia 29 de novembrohomenageando os grandes artistas que construíram esse legado

Da Central do Brasil a Oswaldo Cruz não há nada igual no calendário da Cidade Maravilhosa que inspire mais a cultura do samba. Criado em função do Dia Nacional do Samba, festejado anualmente em2 de dezembro, o Trem do Samba chega a sua 17ª edição levando três dias de muita alegria, arte e, claro, música para os cariocas. O evento começa nos dias 29 e 30 de novembro, quando uma série de shows, incluindo, entre outros, Fundo de Quintal, Orquestra Tabajara e Jorge Aragão, agitará dois palcos montados nas ruas João Vicente e Átila da Silveira, em Oswaldo Cruz. Mas é no dia 1º de dezembro que a festa tem seu auge: nesta data, quatro trens e 36 vagões já estão reservados para levar o público ao bairro que viu nascer grandes cantores e compositores das mais variadas gerações.

A programação começa a partir das 15h, na Central do Brasil, com shows das Velhas Guardas dessas e outras tradicionais escolas — como Mangueira, Salgueiro e Vila Isabel —, além de Delcio Carvalho, Noca da Portela, Serginho Procópio, Monarco, Surica, Wilson Moreira, Baianinho, bateria do Mestre Faísca e Marquinhos de Oswaldo Cruz, este último, músico e idealizador do projeto. Partindo de lá, é no bairro de Oswaldo Cruz que, mais uma vez, o público encontrará outros quatro estrelados palcos. Estes recriarão a raiz do samba com alguns de nossos bambas: Arlindo Cruz, Martn’Alia, Martinho da Vila, Dona Ivone Lara, entre outros.

Além disso, uma novidade promete atrair muitos estudiosos e intelectuais à Zona Norte este ano. Foi criada uma Lona do Conhecimento, que abrigará, nos dias 29, 30 e 1º, sempre às 18h, palestras ministradas com a temática do gênero musical.

“O Trem do Samba nasceu com o objetivo de promover a interação entre os grandes nomes do samba e o público, além de levar conhecimento por meio do resgate dessa cultura. O que nós estamos fazendo é uma recriação das rodas de samba tradicionais”, afirma Marquinhos de Oswaldo Cruz, contando que, em 2012, o grande homenageado será o Chico Santana, representante da Velha Guarda da Portela e autor do hino da Portela entres tantas outras canções como“Saco de feijão”.

Trens rumo a Oswaldo Cruz e muita música no bairro dos bambas

No dia 1º de dezembro, a partir das 18h, os trens começam a sair da Central do Brasil em ritmo de samba com destino a Oswaldo Cruz. Cada composição terá cerca de oito vagões com diversas atrações como o Clube do Samba, Sambalegre, Bloco Manga Preta, Pagode do Balde, Nossa Arte, entre outras. “Como em todas as ações, no trem a participação do público é muito importante. Incentivamos todos a levarem os seus cavaquinhos, banjos, pandeiros, cuícas e tamborins para fazermos uma grande festa do samba”, diz Marquinhos.

Já em Oswaldo Cruz as atrações começam também a partir das 19h, como nos dias anteriores. Nos palcos Candeia e Alcides Malandro Histórico (ruas João Vicente e Átila da Silveira), Pagode da Tia Doca, Marquinhos Diniz, Ernesto Pires, Mauro Diniz, Marcelinho Moreira, Toninho Geraes e Zé Luiz do Império. E para fechar com chave de ouro esses espaços, os consagrados Arlindo Cruz e Mart´nália.

Para um dia especial, uma programação especial: outros dois palcos estarão montados (Praça Paulo da Portela e na Rua Adelaide Badajós) e emocionarão o público com o samba de Marquinhos de Oswaldo Cruz, as Velhas Guardas da Portela, Império Serrano, Mangueira, Salgueiro e Vila Isabel, Jongo da Serrinha e Dona Ivone Lara. Haja coração e samba no pé, pois nesse dia o público irá conferir ainda os shows de Martinho da Vila e Quinteto em Branco e Preto.

Além disso, rodas de samba em diversos pontos em Oswaldo Cruz vão animar o bairro a partir das19h. Os bambas da vez são Batuque na Cozinha, Tania Machado, Galocanto, Grupo Autonomia, Grupo Manga Preta, Sobral da Serra, Parados na Ponte, Quintal do Samba, Renascença, Pagode do Nelsinho e Wilma, Grupo da Analimar, Grupo Regente, Democráticos de Guadalupe e Bloco dos Cachaças.

O Trem do Samba tem patrocínio da Secretaria de Estado e da Cultura, Prefeitura do Rio de Janeiro, Ambev, Petrobras e Caixa Econômica Federal. A programação completa dos três dias de evento pode ser consultada pelo www.tremdosamba.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Faça aqui o seu comentário.

Siga-nos por Email

Cidade e Entretenimento

Cidade e Entretenimento
Cidade - Eventos - Shows - Gastronomia - Turismo - Utilidade Pública

Arte e Cultura

Arte e Cultura
Teatro - Dança - Artes Plásticas - Literatura

Espaço VIP

Espaço VIP
Famosos - Artistas - Perfil - Biografia - Portfolio

Moda - Beleza - Estética

Moda - Beleza - Estética

Parceria TV G RIO

Parceria TV G RIO
O Mundo Online te vê aqui

Revista MIXTURA TOTAL

Revista MIXTURA TOTAL
Edição 001 da revista eletrônica

Veja mais sobre o CARNAVAL

Veja mais sobre o CARNAVAL
Clique e venha descobrir esse mundo de sonhos numa coleção pra lá de especial.

Samba na Intendente

Samba na Intendente
Parceiro do RITMO CARIOCA

G+ tambem estamos lá !

Já curtiu ?

Acadêmicos do Salgueiro em 19-08-2017

Paraíso do Tuiuti - Passistas

Renascer de Jacarepaguá 2018



Samba Oficial Carnaval 2018

Sambas concorrentes Estácio de Sá 2018

RÁDIO MIXTURA TOTAL

RÁDIO MIXTURA TOTAL
A RÁDIO QUE BOMBA GERAL !

GALERIA DE FOTOS

GALERIA DE FOTOS
Veja aqui tudo que acontece no mundo do Carnaval, coberturas nas quadras, eventos, ensaios técnicos e desfiles. Clique na foto para acessar.

Curso de Design de Carnaval

Novo curso de Pós-Graduação em Design em Carnaval está com inscrições abertas

O Curso de Pós-Graduação em Design em Carnaval é o primeiro no Brasil e está com inscrições abertas. Com duração de dois anos, as aulas se...

Postagens Populares

Twitter