NENÊ DE VILA MATILDE JÁ TEM O SAMBA OFICIAL DE 2013

A escola organizou uma grande festa para escolher o samba que vai para a passarela do samba no próximo carnaval, que lotou a quadra da agremiação. E, como tradicionalmente acontece, a festa na Nenê só terminou com o dia começando a clarear, já na manhã deste domingo, dia 16 saiu o samba vencedor. Dos 18 sambas que concorriam no início da disputa, apenas três chegaram à final e a obra escolhida foi dos compositores do samba 16: Cláudio Russo, J. Velloso, Ney do Cavaco, Marquinhos e Dr. Medina.

A quadra que ficou lotada durante toda final e samba foi escolhido por um o júri composto pelo presidente, membros da Comissão de Carnaval, Diretoria e representantes de alas. Entre as destacaram-se o show do grupo Cultura Nacional, o esquenta da Bateria de Bamba e apresentação dos novos quadros da Ala Show Nenê de Vila Matilde sob a voz da cantora Cellia Nascimento. O presidente da LIGA Paulo Sérgio Ferreira prestigiou a final, assim como o ex-ministro dos Esportes Orlando Silva e do secretário da Igualdade Racial da Bahia, Elias Sampaio.
Com o anúncio do resultado da escolha, os componentes saíram da quadra e tomaram a rua Julio Rinaldi, na Vila Salete, na Zona Leste, antecipando o que pretendem mostrar na abertura da segunda noite de desfiles, no sábado de Carnaval.

O enredo

Com o enredo histórico Da revolta dos búzios a atualidade, Nenê canta a igualdade, a escola vai mostrar a insurgência popular ocorrida no Estado da Bahia, a Revolta dos Búzios, ocorrida no século XVIII, embalada por essa forte temática de conteúdo histórico a Nenê de Vila Matilde volta ao Grupo Especial, Fomos muito felizes em escolher este tema, e minha expectativa é que a escola consiga retratar o enredo com uma melodia que caia na boca do povo, que faça todo mundo cantar, afirmou antes da final o presidente da Nenê Rinaldo José Andrade (Mantega).

Conheça a letra do samba vencedor, até a gravação do CD a letra poderá sofrer correções e alterações.

Autores: Cláudio Russo, J.Velloso, Ney do Cavaco, Marquinhos e Dr. Medina

Quando a igualdade não havia
A Revolta foi a via contra a força da opressão
Uma voz se ergueu outras mais então
Movimento que surgia…Salve o povo da Bahia!
Sei que a rebeldia que trago no peito
Tenho direito de eternizar
No canto libertário que se espalha pelo ar
Lutar, acreditar, sonhar…Ser mais Brasil!
Criar a Pátria Amada Mãe Gentil!
Há nos Búzios a mensagem de cada irmão
No Quilombo novos ares: Libertação!
Em Canudos Conselheiro e a sua fé
Cabanagem no Pará, na Nenê samba no pé!
Em Canudos Conselheiro e a sua fé
Cabanagem no Pará, na Nenê samba no pé!
Vai o Baticum do Olodum no Pelourinho
Um só coração, um só caminho
Canto a igualdade, leva a união
Vence toda a discriminação!
Sonhei que a terra é do agricultor
Cidadão encontrou o abrigo do lar
Eu vi a força unificando a luta sindical
Mulheres defendendo um ideal…
De volta ao seu lugar a Zona Leste incendeia
O Anhembi vai levantar:
A Minha Vila tem sangue na veia!
Chegou, chegou o Gueto do Samba!
Quilombo da gente a mais querida
No Coração Matildense
Nenê é minha Águia, minha Vida!

Nenhum comentário

Quer fazer um comentário?

Tecnologia do Blogger.