FÁBIO RIBEIRO - UMA NOVA VOZ NO CARNAVAL CARIOCA

Foto: RITMO CARIOCA (divulgação)
RITMO CARIOCA

Há alguns anos atrás, mais precisamente em 1999, um rapaz da região serrana do estado do Rio entrou no mundo do samba. Teria início então, a trajetória de Fábio Ribeiro, mais conhecido como Fabinho.

Depois de ter passado por várias escolas como Unidos do Imperador, Acadêmicos do Prado, Unidos do Amparo e Imperatriz de Olaria, o rapaz sairia de Nova Friburgo e entraria pela primeira vez no ambiente tão cobiçado das escolas cariocas, estreando então na Leão de Nova Iguaçu.

Em entrevista exclusiva para o RITMO CARIOCA contou um pouco dessa trajetória .

RITMO: Você veio de Nova Friburgo onde participou de outras escolas. Como foi esse início no mundo do samba?

Sempre me identifiquei com esse mundo artístico, no que diz respeito ao mundo do samba. Por vezes eu imaginei como seria cantar e estar no lugar dos grandes intérpretes em uma avenida como a Marquês de Sapucaí. Mas eu tenho consciência que para chegar ao topo tem que começar de algum lugar e esse lugar ,é que vai te dar a base necessária para enfrentar os novos desafios.

Em 99 foi meu início. Mas eu como disse, aspirava crescer mais e então decidi encarar o Rio de Janeiro.

RITMO: E quando você chegou aqui no Rio, já encarou logo a Marquês de Sapucaí ?

Não, não ! Eu tenho na mente que temos que ir até onde nossos braços alcançam. E uma coisa de cada vez, eu sabia que ia encontrar pessoas que já estão há muito tempo no samba e que já tem a sua história. Eu tinha que me ambientar e aprender, a ter experiência. Então comecei no carnaval da Av. Intendente Magalhães no carro de som na Leão de Nova Iguaçu.

RITMO : Bem, então aí começou sua trajetória rumo ao grande desfile da passarela do samba.

Sim aí eu resolvi realmente cair dentro e estudar, cuidar da voz, fazer aulas de canto, me aperfeiçoar cada vez mais. Em 2010 estive no Império da Tijuca, 2011 estive na Inocentes de Belford Roxo e em 2012 no Império da Tijuca novamente, sendo 1º cantor da parceria campeã e fiz ainda minha estréia como primeiro intérprete, na Vizinha Faladeira.
RITMO: Que bom. E como foi essa chegada na Vizinha, que é uma escola que apesar de estar passando por momentos difíceis é uma escola respeitada e que tem uma história no carnaval carioca, ainda mais chegando como 1º. cantor?

Foi ótima, me receberam de braços abertos . É sempre uma adrenalina ser o primeiro. Isso independe do tamanho da escola porque existe a responsabilidade e a retribuição da confiança e da expectativa que as pessoas depositaram em você.

RITMO: Você já fez sua estréia como primeiro em uma escola do Grupo de Acesso que desfila na Intendente Magalhães, e agora, quais suas aspirações futuras?

Eu nunca deixo de me atualizar, me preparar, faço aulas de canto , de cavaco, enfim...isso é para crescer sempre e chegar no meu objetivo que é de ser o primeiro cantor em uma grande escola.

RITMO: Mas isso você diz no grupo especial ?

Sim, por que não? Eu almejo crescer e estar entre os bons e as grandes escolas que desfilam na Sapucaí.

RITMO: E se você fosse convidado para ser primeiro cantor em uma escola fora do Rio ?

Ah eu aceitaria, não tenho nada contra. É samba, todos fazem samba. Cada um com suas peculiaridades mas todos fazem samba. Inclusive no exterior como San Luís na Argentina, que sabemos que cada vez cresce mais em termos de carnaval.

Seria uma maravilha, um sonho realizado ser primeiro cantor e ganhar um título. Claro que se for na Sapucaí melhor, mas não descarto as outras possibilidades.


RITMO: E você canta outros estilos, como MPB e pagode por exemplo ?

Sim canto.
RITMO: E você tem alguma pretensão de um dia fazer carreira como cantor, gravar CD essas coisas ?

Não, não é esse meu perfil. Eu sou cantor de samba-enredo. É o que gosto, o que eu me identifico, os outros estilos eu faço como um lazer, não passa na minha cabeça fazer CD.

RITMO: Vimos você cantando em várias escolas defendendo sambas, como é isso ??

É uma coisa muito bacana. Cansativa é verdade, porque é muita adrenalina, correria, noites mal dormidas, mas a experiência para esse mundo do samba-enredo é muito boa.

Eu defendi vários sambas em várias escolas dos Grupos especial e de acesso . Para o carnaval de 2012 eu posso dizer que teve um sabor especial, pois fui campeão nas parcerias vencedoras na Portela, Alegria da Zona Sul e Império da Tijuca, além de ter sido finalista em várias outras e ter sido 1º. Intérprete no samba campeão do Império da Tijuca.

Já o samba campeão da Portela foi inesquecível, pois a comunidade abraçou o samba e a sintonia foi total.

RITMO: Fabinho e você pensa em viver só da música ?

Eu sei que tem que ralar muito, que o meio artístico é complicado, a competição é grande, mas é o que gosto de fazer e vou lutar para isso, para estar entre os melhores e viver só da música, com certeza.

RITMO: E para 2013 como será ?

Bem agora é a época de acertar os ponteiros firmar o que tiver que firmar, analisar os convites, e definir a jornada para o carnaval de 2013. Mas é claro que para a escola que quiser apostar no meu trabalho estou à disposição para conversar.

RITMO: Foi um prazer conversar com você e nós do RITMO CARIOCA te desejamos muita sorte e que você consiga atingir seu objetivo. PARABENS !

5 comentários:

  1. parabéns Fabinho pela trajetória! e q ela seja repleta de alegrias e realizações! tamo junto!

    Guto Intérprete

    ResponderExcluir
  2. Manda muito bem!! Parabéns!!
    com uma bela trajetória; nasce mais uma grande voz para o carnaval carioca!!

    ResponderExcluir
  3. Wallace Pacheco

    Parabéns!! Mais um ótimo interprete ganha o samba carioca!! Valeu Fera!!

    ResponderExcluir
  4. Pablo Eduardo ...

    Parabéns pela trajetória e continue com essa pegada vai longe!!

    ResponderExcluir
  5. Fabiano Silva ...
    Parabéns Fera essa paradaa!!! vai longe..

    ResponderExcluir

Quer fazer um comentário?

Tecnologia do Blogger.