Nêgo fora da Renascer, presidente diz que não quer "entrar em confusão"

Contratado há menos de duas semana para dividir o microfone com Rogerinho na Renascer, o intérprete Nêgo não faz mais parte da escola.
O presidente da agremiação de Jacarepaguá, Antônio Carlos Salomão, conversou com o SRZD-Carnaval e disse que a iniciativa de afastar Nêgo, que é intérprete da Vila Maria, de São Paulo, foi sua e justificou a decisão, ressaltando que Nêgo garantiu que não haveria problemas em administrar as duas escolas.

"Eu perguntei para ele antes de fechar a contratação sobre a situação com a escola de São Paulo, fui claro, e ele disse que estava tudo sob controle e não teria nenhum problema. Então nós fechamos e passei a contar com ele. Mas, em menos de duas semanas na Renascer, fiquei sabendo que ele estava sendo ameaçado na escola de São Paulo e não quero a Renascer envolvida nisso. Então, mandei um recado dizendo que não ia mais contar com ele", explicou.

Salomão ressaltou que providenciou todos pedidos que Nêgo fez, como local para descansar e passagem aérea antecipada, já que teria que conciliar ensaios e desfile de ambas as escolas. O presidente ainda disse que não sabe se o intérprete já estava pensando em deixar a escola por chegar a conclusão que não conseguiria administrar os dois trabalhos.
Perguntado se pretende convidar outro intérprete para acompanhar Rogerinho, o presidente foi enfático: "Nem pensar". Salomão explicou que quis turbinar a escola por ser o primeiro ano no Grupo Especial, porém, "a experiência não foi boa".

Rogerinho vai permanecer sozinho como intérprete oficial da Renascer, acompanhado do carro de som formado por ele.


Nenhum comentário

Quer fazer um comentário?

Tecnologia do Blogger.