Festa de Ismael Silva na Estácio de Sá


Diz o ditado que triste é o povo que não conhece a sua história e, para que a comunidade estaciana seja cada vez mais feliz, a diretoria da vermelho e branco promoveu, durante todo este domingo, uma viagem ao que há de mais significativo em sua rica trajetória: Ismael Silva, fundador da Deixa Falar, primeira escola de samba do Brasil, originária da Estácio de Sá. Se vivo fosse, Ismael completaria 106 anos na última quarta-feira, dia 14 de setembro.
Pela manhã, a Velha Guarda e a diretoria da escola depositaram flores na estátua do músico, localizada na Praça Ismael Silva, que fica praticamente em frente a entrada da quadra da Estácio. A homenagem foi seguida de um farto café da manhã, servido a todos os presentes, e da apresentação do grupo de samba Medalha de Ouro, formado por ritmistas da escola. Durante todo o dia, a festa seguiu na quadra da escola com  os grupos Arte de Amar e Medalha de Ouro, a Velha Guarda Musical da Vila Isabel e os cantores Jorge Caetano, Alex Ribeiro, Dominguinhos do Estácio, Marquinho Sensação, Wilson Moreira e Luis Camilo. Detalhe para o trabalho de pesquisa realizado pela diretoria da Estácio de Sá, que se preocupou em fazer o cardápio da festa todo voltado para o gosto do próprio Ismael Silva. Tripa Lombeira e Batida de Maracujá são alguns exemplos do que foi servido. A decoração da quadra também  merece menção. Vários banners com fotos de Ismael Silva e frases de personalidades falando sobre o homenageado puderam ser vistos. Vídeos com imagens de Ismael Silva e desfiles antigos da Estácio também foram exibida.


Por Max Kindler

Nenhum comentário

Quer fazer um comentário?

Tecnologia do Blogger.