Prosseguem as negociações entre a PORTELA e as cidades da Serra Gaúcha!


A Escola de Oswaldo Cruz pretende levar a rica cultura da Serra Gaúcha para o sambódromo do Rio, o que contempla, além de Nova Petrópolis, as cidades de Bento Gonçalves, Canela, Caxias do Sul e Gramado. A intenção da escola é dar um tratamento igualitário para todas as cidades, valorizando as diversas culturas que colonizaram a serra. O destaque de Nova Petrópolis será a cultura alemã, a arquitetura germânica e o folclore.

Dono da ideia, o diretor de harmonia da Portela, Márcio Almeida, ressalta que “essa região é inspiradora, podemos fazer um grande carnaval com a história e a beleza que tem”. Almeida já adiantou que irão falar da formação da Serra, da religiosidade, do trabalho, do respeito e do desenvolvimento desta Região que cresce mais que a média do Brasil.

Para viabilizar o projeto, uma empresa terceirizada está captando os recursos necessários para a execução do projeto. Segundo o Prefeito Luiz Irineu Schenkel, é importante ressaltar que a escola não busca recursos dos cofres públicos, já que será feita uma captação através da Lei Rouanet que permite o total abatimento no imposto de renda.

O carnavalesco Paulo Menezes, estará na cidade para fazer um levantamento histórico-cultural de Nova Petrópolis e da sua cultura germânica para integrar o roteiro do samba enredo.

A diretora de eventos, Débora Luisa Krauspenhar, destaca também que cada cidade terá representantes em uma das alas do sambódromo. “Quando as tratativas estiverem mais avançadas, vamos iniciar o processo de seleção de pessoas que terão o orgulho de representar a nossa cidade no Rio”.

Outra notícia ótima para Nova Petrópolis é que todos os ensaios desta ala, composta por pessoas da Serra Gaúcha, serão realizados na cidade. “Os ensaios estão previstos para iniciarem já em setembro deste ano e a nossa estrutura da Rua Coberta já foi aprovada pela direção da Portela para realizar estes ensaios”.

Nenhum comentário

Quer fazer um comentário?

Tecnologia do Blogger.