POLÍCIA MILITAR E FBI DE OLHO NOS FOLIÕES

A segurança do Carnaval do Rio de Janeiro vai ganhar uma contribuição do FBI. A polícia federal americana vai ceder para a Polícia Militar do Rio um sistema de inteligência que vai armazenar dados de criminosos e auxiliar na identificação de suspeitos durante os dias de folia.

A operação do CCV (Centro de Comando Virtual) ficará a cargo da PM, mas estará interligada com todas as forças de segurança federais, estaduais e municipais no Estado do Rio.

“Começamos a utilizar o software no ano passado, no Engenhão, durante um jogo (Fluminense x Vasco), pelo Brasileiro. A partir de agora, a unidade móvel do centro vai estar em todos os grandes eventos do Rio”, garante o adido policial do FBI no Brasil, David Brassanini.

Suspeitas em tempo real

O CCV é uma página na internet com acesso restrito, onde policiais treinados poderão enviar e coletar dados e informações sobre pessoas, veículos e quaisquer situações suspeitas em tempo real. “Vai facilitar a identificação de um criminoso, por exemplo”, diz Brassanini.

Através de rádios, celulares e computadores, agentes podem registrar a presença de camelôs não autorizados e até mesmo brigas. As informações serão reproduzidas na ferramenta e divididas em grau de periculosidade e emergência.

Agentes do FBI vão transmitir a tecnologia para um grupo de PMs, indicados pelo comando da corporação, na semana que vem, para depois implantá-la no Estado.

FONTE: site BAND - Jornalismo - Cidades - http://www.band.com.br/jornalismo/cidades

Nenhum comentário

Quer fazer um comentário?

Tecnologia do Blogger.