domingo, 27 de maio de 2018

Escola de Rocha Miranda mantém tradição de desfilar com rainha e madrinha à frente de sua bateria

Após a chegada de sua nova Rainha de Bateria, a Unidos da Vila Santa Tereza anunciar que, seguindo a tradição, terá também uma Madrinha em 2019. Sanne Bellucci irá retornar ao 'Maior Espetáculo da Terra', desfilando ao lado de Carol Menezes à frente da Bateria Pegada de King na Intendente Magalhães.

Com 30 anos de avenida, Sanne já foi passista e musa da Viradouro e da Portela, onde foi aluna da Nilce Fran. Desfilou também como musa da Renascer de Jacarepaguá e Império da Tijuca, foi rainha das baterias da Boi da Ilha e Vicente de Carvalho, além de ter sido madrinha na Unidos do Jacarezinho.

- Eu não consigo nem explicar a emoção que está dentro de mim neste momento. Eu já havia decidido participar do carnaval apenas como expectadora, mas a paixão falou mais alto com este convite da presidente Patricia Drummond, que é minha amiga e aqui estou eu novamente para honrar este pavilhão e esta bateria - contou, Sanne.

Conhecida no meio do carnaval como a 'Rainha dos Faisões', Sanne Bellucci não desfilava desde 2017. A chegada da nova madrinha foi aprovada por toda a diretoria, além da Rainha Carol Menezes, que já tem uma história na agremiação.

- Faz parte da tradição de nossa escola ter uma rainha e uma madrinha à frente da nossa bateria, sempre foi assim. Quando a presidente Patricia falou sobre a Sanne ficamos todos felizes por ser uma pessoa com um nome no carnaval e que tem samba no pé. Tenho certeza que iremos representar bem na Intendente - declarou, a rainha Carol.

A Unidos da Vila Santa Tereza será a 10ª escola a desfilar pelo Grupo C na segunda-feira de carnaval, quando irá apresentar o enredo 'Sob um olhar negro: Valongo, a história de um cais', desenvolvido pelo carnavalesco Plínio Santtos.
Seguindo o planejamento para o próximo carnaval, a diretoria da Unidos de Bangu vai iniciar na próxima terça-feira (29), o recadastramento de suas Alas de Comunidade. Todos os componentes que renovarem seus cadastros ganharão uma carteirinha e uma camisa do enredo 2019 da escola.

O recadastramento poderá ser feito de terça a domingo, das 10h às 20h, com a apresentação de um documento de identidade, uma foto 3x4 e a taxa de R$50. A sede da Unidos de Bangu fica na rua Francisco Real, 1445 (Piscina do Bangu Atlético). A Agremiação Branco e Vermelha será a primeira a desfilar no sábado de carnaval (02/03/2019), na Marquês de Sapucai.

sexta-feira, 25 de maio de 2018

O G.R.E.S Império Ricardense realizará uma turnê na Europa, mais especificamente na Suíça, onde fará duas apresentações, que levará para o frio Suíço, nossa principal manifestação cultural carioca. A viagem está prevista para o dia 20 de junho e o presidente do conselho deliberativo da escola, Nino Smith, que chefiará a delegação, falou:

"- É uma honra para a escola, na sua recente história. Iremos com 24 representantes de diferentes segmentos da escola, para fazermos as nossas duas apresentações na Suíça. O melhor de tudo é que só vai gente daqui, ninguém de fora. A vitória é nossa, o orgulho é de todos vocês que de alguma forma já ajudaram essa escola." Disse Nino Smith.


A Lierj acertou nesta terça-feira (22) a efetivação de Rodrigo Soares como diretor de Carnaval da entidade. O profissional já atuava na equipe há dois anos e, agora, terá a missão de liderar o setor nos preparativos para os desfiles da Série A de 2019.

“Vamos trabalhar com a mesma seriedade dos últimos anos, procurando aprimorar ainda mais a qualidade dos desfiles”, ressalta o diretor.

Rodrigo tem passagens por escolas como Império da Tijuca, Unidos da Tijuca e Grande Rio, além da Paraíso do Tuiuti, onde permanece na comissão de Carnaval.

Os desfiles da Série A em 2019 acontecem na sexta-feira, dia 1º de março, e no sábado, dia 2. A ordem das apresentações será conhecida durante o evento de sorteio, marcado para o próximo dia 5, na Cidade do Samba.

sexta-feira, 18 de maio de 2018

A LIESI desde 2014 qualifica jovens e adultos de Itaboraí em Curso de Corte e Costura com Empreendedorismo, Educação Ambiental, Cidadania e Economia Solidária. Em 2018 lançou o programa de Geração de Renda com o Projeto Gerar.

O curso de Corte e Costura do Projeto Fábrica de Sonhos, realizado pela Liga Independente das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos de Itaboraí, desde 2014 já qualificou 110 jovens e adultos no bairro de Itambi, entre 2014 e 2016. A atividade que visava inserir 80 beneficiários em situação de vulnerabilidade no mercado de trabalho superou suas expectativas e bateu uma marca 40% maior que a esperada em três anos de atuação. Em 2017 foi dando inicio ao Programa de Geração de Renda, e em Março de 2018 iniciamos novas turmas com uma taxa de 29,99 reais mensal para que o projeto se mantivesse com as portas abertas, desde que o patrocínio da Petrobras terminou em 2016, desde então não paramos as nossas atividades. Dia 2 de junho estaremos fazendo um grande evento, o Primeiro Desfile de Moda com as roupas desenhadas, cortadas e costuradas pelos os alunos da turma de 2018, a participação de 100% dos alunos na Produção e como Modelos. Hoje as 05 (cinco) turmas em andamentos com apenas 2 meses com aulas 98% praticas, foi lançado o desafio do Desfile pelo o Projeto Gerar com aceitação total! O Programa de Geração de Renda utiliza alunos já formados e os a que estão se formandos para a inclusão do programa para gerar renda própria com as produções captadas pela a instituição LIESI.

“Ao passar do anos mudamos algumas etapas para melhorar o desempenho de aprendizagem dos alunos e Tivemos que formar mais turmas, o projeto original eram apenas qualificar mão de obra para a revitalização do Carnaval, mas com a queda do COMPERJ vimos que poderíamos fazer a diferença na área de Cidadania, Emprego e Renda, pois a procura foi enorme e não tivemos como negar aos anseios da comunidade e estamos 4 anos formando novos profissionais em corte e costura onde tem ajudado muita gente na sua própria renda familiar”. Diz Leandro Mesquita – Presidente da LIESI. O projeto foi patrocinado pela Petrobras nos anos de 2015 e 2016 através da seleção pública “Integração Petrobras Comunidade”.

O PRIMEIRO DESFILE DE MODA DO PROJETO GERAR foi lançado para motivar e mostrar que todos podem fazer a diferença, em dois meses de aulas são inúmeros os casos de sucesso e destaques nas confecções das roupas que iram ser apresentado na passarela, O Projeto ainda disponibiliza o Núcleo de Geração de Renda, onde os alunos formados e os que estão se formando que não tiveram condições de comprar suas máquinas podem produzir e ganhar seu próprio dinheiro.

Para quem estiver interessado em aprender o ofício de Corte e Costura, o projeto fica localizado na Rua Dr. Macedo 10 – Centro de Itaboraí – na rua da delegacia, de Terça a Sexta de 09h00min as 16h. e sábado de 09h00min as 12:00.

Mais informações:https://www.facebook.com/projetogeraritaborai/

terça-feira, 15 de maio de 2018


Objetos de poder, objetos de pedir proteção, objetos de pagar promessas, objetos que prometem milagres – ainda que falsos milagres. 

O Acadêmicos do Cubango pretende mostrar “a alma das coisas” (título de um antigo programa da Rádio Nacional e de um livro que reúne estudos de antropologia e patrimônio, organizado por José Reginaldo Gonçalves, Roberta Guimarães e Nina Bitar) no desfile de 2019. Sob o título “Igbá Cubango – a alma das coisas e a arte dos milagres”, o enredo, de autoria de Gabriel Haddad, Leonardo Bora e Vinícius Natal, propõe um diálogo com a memória da própria escola: o pentacampeonato conquistado em 1979, com o antológico samba “Afoxé” (de autoria de Heraldo Faria e João Belém, então interpretado por Elza Soares), foi dedicado ao “ídolo menino” Babalotim, objeto sagrado que ainda habita a quadra da Noronha Torrezão. As cabaças dos assentamentos, as figas, os abacaxis dos balangandãs, os amuletos indígenas, as carrancas, os ex-votos do catolicismo popular, tudo isso estará presente no carnaval da agremiação.

“A rigor, todos esses objetos podem ser chamados de ex-votos, conforme as pesquisas que tem se debruçado sobre o tema. Inclusive o principal ex-voto, aquele que todos conhecem, é a vela. Mas sabemos que o senso comum tem uma ideia fechada do que é um ex-voto, algo preso a miniaturas, cartas, tabuletas ou esculturas de partes do corpo humano, o que nos remete às “salas dos milagres”, às romarias e à matriz católica. Por isso optamos por falar que o enredo é sobre “objetos de devoção”, coisas materiais que conectam o ser humano àquilo que ele considera sagrado e que acabam por contar a nossa própria história, abraçando também as nossas raízes afro-ameríndias” – explica Vinícius Natal, que, além de doutorando em Antropologia pela UFRJ, é gestor do Museu da Escravidão e Liberdade do Rio de Janeiro.

Para Gabriel Haddad e Leonardo Bora, que assinarão o segundo desfile à frente da escola de Niterói, um enredo estava dentro do outro: “A arte contemporânea brasileira vem dialogando com a estética dos ex-votos. De saída, podemos citar os nomes de Adriana Varejão, Farnese de Andrade, Efrain Almeida e Graça Góes. A obra de Arthur Bispo do Rosário, além de possuir um caráter votivo (uma obra em oferecimento a Deus), reúne elementos visuais que todo o tempo nos remetiam à estética dos ex-votos. Quando mergulhamos nas pesquisas de cultura popular e descobrimos que Mestre Vitalino esculpia ex-votos, aí o enredo começou, literalmente, a ganhar corpo. E também houve uma sequência de sonhos e sincronicidades que fizeram com que os três autores se convencessem da importância que era falar disso” – justifica Bora.

Para Haddad, trata-se de um enredo simples e complexo ao mesmo tempo: “É um enredo denso, fruto de muitas discussões, mas que pode parecer simples, afinal todo mundo, e no meio das escolas de samba isso é evidente, carrega o seu amuleto, a sua guia, a sua medalha, a sua fitinha. Isso nos dá a possibilidade de passear por diferentes linguagens, expandindo a linha que apresentamos no carnaval sobre o Bispo. Começa com a Cubango se vendo refletida em um espelho, cantando aquilo com que mais se identifica, que são as narrativas afro-brasileiras e os objetos mágicos que compõem esse imaginário. E termina de maneira completamente carnavalizada, com deboche e tropicalismo, numa referência à mercantilização de falsos objetos sagrados. Os cartazes de divulgação do enredo, confeccionados pelo artista Antônio Ferreira Gonzaga, resumem a nossa ideia de maneira brilhante.”
O fio condutor da narrativa e os detalhes sobre o final, que dialoga com a peça “O Rei da Vela”, de Oswald de Andrade, serão revelados apenas na sinopse, que será entregue aos compositores no próximo dia 24 de maio, às 20 horas, na quadra da escola, localizada na Rua Noronha Torrezão, 560, Cubango – Niterói.


Fotos: Jaylton Pimentel








quinta-feira, 10 de maio de 2018

A Independentes de Olaria divulgou a sinopse do seu enredo para o carnaval 2019 na noite desta segunda feira (07) no Clube 18 de Julho. "De canto em canto, te conto um conto" será desenvolvido pelos carnavalescos Guilherme Estevão e Vinicius Nascimento.

O lobo da leopoldina também informou que a inscrição das parcerias acontecerá somente no dia 21 de Maio das 19:00hs às 21:00hs, no Clube 18 de Julho. Na ocasião também acontecerá o primeiro tira dúvidas com os carnavalescos. O clube 18 de Julho fica na Rua Major Rego - 236 - Olaria.

Os compositores que não puderam ir a entrega podem solicitar um material de apoio a sinopse com a escola através das redes sociais.

Presidida por Brenno Araujo, o lobo da Leopoldina será a quarta escola a desfilar no domingo de carnaval pela série D do carnaval Carioca na Intendente Magalhães.
Aconteceu nos dias 05 e 06 de maio, em Saint Étienne na França, o XII Festival de Capoeira Malungos.

O Festival do grupo de Capoeira Malungos Paris, acontece anualmente desde 2009 na cidade de Saint Étienne na França com convidados capoeiristas do Brasil, Espanha, Inglaterra, Holanda, Dinamarca, Alemanha e outros países.

A associação faz parte do grupo Capoeira MALUNGOS, criado em 2009 por vários amigos do grupo da Capoeira Senzala, em sua maioria ex-alunos do Mestre Peixinho do Rio, hoje representando uma rede de amigos capoeiristas na Europa e no Brasil. Mestre Pedigree é um Mestre Malungos do grupo, que também inclui seis contramestres (Dino Igor, Jiló, Sagi, Salaminho,Bill) e vários professores.

Mestre Léo que está a frente da Bateria Caldeirão da Zona Oeste na Unidos de Bangu, conhecido como Leo Bill na capoeira, além de ser mestre de bateria , é contra mestre de capoeira e faz parte do projeto juntamente com o seu Mestre Pedigree.

E neste grandioso festival, Mestre Léo comandou uma bateria de escola de samba, formada por ritmistas e alunos do projeto. A apresentação aconteceu no sábado (05) na Praça de Saint Étienne e contou com a presença de vários convidados como o Prefeito da Cidade.

Mais uma vez, Mestre Léo, conseguiu mostrar ao mundo um pouco da cultura brasileira, através do carnaval e da capoeira, representando nosso folclore brasileiro para outros países.

Percussionista, Sambista, Capoeirista, Quadrilheiro, filho da arte e do Folclore Brasileiro.
Comissão de Frente
Daniel Ferrão e Léo Torres acabam de acertar a participação no desfile da verde e branco da Abolição em 2019.

Depois de um trabalho bastante elogiado em 2018, quando alcançaram ótimas notas, a dupla que tem conquistado seu espaço no Carnaval da Intendente Magalhães, irá para mais um ano de trabalho defendendo o pavilhão da Acadêmicos da Abolição.

"Nesta escola encontrei uma família. Cheguei aqui em 2017 em um trabalho solo, e não sai mais. Minha meta e ir caminhando com a agremiação até que seus objetivos sejam alcançados. Rumo a série C. Obrigado ao amigo e presidente Neto Dória, por confiar em meu trabalho ao lado do Daniel, tenha certeza que faremos o nosso melhor, mais uma vez." Conta Léo Torres.

"Pelo segundo ano estarei ao lado do meu irmão, Léo, na comissão da Abolição. É um grande prazer estar numa escola aonde somos bem recebidos e reconhecidos pelo papel que desempenhamos! Que venha 2019. Obrigado a todos que apoiam nosso trabalho ." diz Daniel Ferrão.

O presidente Neto Dória não esconde a felicidade com a renovação.

"Com certeza é uma alegria ter esses profissionais que estão ganhando seu destaque no quesito e só ajudam a fortalecer nosso carnaval 2019. Abolição virá mais forte ainda." finaliza o presidente.

#gresabolicao #seried #carnaval2019

Curta nossa fanpage facebook.com/GRESAbolicao

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Os interessados terão 45 dias, até 15 de junho, para realizar o cadastro através do site http://carnaval.rio/registro. Nesta etapa, os organizadores dos blocos deverão preencher o formulário on-line para inscrição preliminar, informando dados e contatos pessoais do responsável, além de informações do bloco ou banda, tais como nome, público estimado, local, horário, data, estrutura e formato do desfile, entre outros.

Após o preenchimento e envio dos dados, o organizador receberá por e-mail um protocolo com seu número de inscrição e, posteriormente, o cronograma e passo a passo das próximas etapas. Com um total de cinco fases, o processo inclui o preenchimento do sistema, a análise da inscrição, a entrega do resultado de deferimento ou indeferimento do cadastro, a validação dos documentos, incluindo o nada opor dos órgãos públicos; e posterior entrega do documento definitivo de autorização e assinatura do termo de compromisso, única etapa presencial do processo.

A Riotur antecipou as inscrições com o intuito de melhorar a organização do Carnaval Rio 2019, para que seja possível dimensionar a festa com a antecedência necessária e promover um carnaval de rua mais eficiente. O mote para o próximo ano é focar na qualidade e não na quantidade.

"Estamos trabalhando em conjunto com os órgãos públicos envolvidos na realização do Carnaval, bem como com as entidades civis, incluindo associações de moradores e responsáveis pelos blocos, com o intuito de planejar e organizar o evento de 2019. Desta forma, ouvindo e unindo diferentes experiências, acreditamos que reuniremos os esforços de todos da melhor forma possível, com tempo suficiente até a execução do evento, dando voz à sociedade que vivencia e realiza o evento, minimizando o impacto no patrimônio público, otimizando a gestão dos órgãos e, principalmente, oferecendo ao grande público o Carnaval que o Rio de Janeiro merece: organizado, seguro e alegre", diz Marcelo Alves, presidente da Riotur.

Fale direto com a gente

Fale direto com a gente
Só clicar acima e você entrará direto no nosso whatsapp, seja bem-vindo.

EVENTOS E SHOWS

ARTE E CULTURA

MODA - BELEZA - ESTÉTICA

Parceria TV G RIO

Parceria TV G RIO
O Mundo Online te vê aqui

Veja mais sobre o CARNAVAL

Veja mais sobre o CARNAVAL
Clique e venha descobrir esse mundo de sonhos numa coleção pra lá de especial.

G+ tambem estamos lá !

Baile COPA 7 no Engenho da Rainha

Baile COPA 7 no Engenho da Rainha
RUA Mário Ferreira 257

Desfile de blocos da Região Portuária 2018

Já curtiu ?

Por onde começo?

Postagens Populares

Twitter